Mensagem 137

11 de julho de 2021

Texto base: Mateus 19:16-22

Textos das Escrituras citados durante a mensagem:

- ANALISANDO A PERGUNTA DO JOVEM RICO E AS SUAS IMPLICAÇÕES: “que me falta ainda?

 

- Esta pergunta é esclarecida pela revelação do Senhor: “Quando Me buscardes, não o façais como o jovem rico. Eu o tenho no Meu coração, mas sabendo que queria justificar diante dos céus a sua rectidão, se achou no seu coração vaidade e egoísmo, pois tudo lhe era fácil e sem esforço.

- O Senhor derruba o conceito da justificação em práticas religiosas: “Quando Lhe pedi para vender tudo, dar aos pobres a sua riqueza e seguir-Me ele emudeceu, pois a sua confiança estava alicerçada nos bens que possuía. Quando vos peço vender tudo, dar aos pobres a vossa riqueza e seguir-Me emudeceis, pois a vossa confiança está alicerçada nos bens que possuis.

- A perfeição espiritual implica entrega total e despojamento do mundo: “Para entrardes nos Meus aposentos, não podeis fazê-lo com vaidades terrenas. Despojai do vosso coração todos os bens terrenos.”

 

- HOJE O NOSSO DEUS ESTÁ A CONVOVAR SERVOS E SERVAS PARA UMA TAREFA DE EXIGÊNCIA – Uma entrega de Amor.

Se queres ser perfeito, vai, vende tudo o que tens, e dá-o aos pobres, e terás um tesouro no céu; e vem e segue-me.

Revelação: “São poucos os que Eu escolho, são muitos os que Eu chamo, e muito menos são aqueles que conseguem aguentar a caminhada. Eu sei a exigência e o rigor do Meu Amor.

 

- ESTÁ NA HORA DE MOSTRAR A NOVA JERUSALÉM – a doutrina pura de Jesus.

Ouvindo o Seu mandamento: “Para que todos sejam um, como tu, ó Pai, o és em mim, e eu em ti; que também eles sejam um em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste.” (João 17:21)

Mostrar que é possível, tal como a Igreja Primitiva o fez: “E era um o coração e a alma da multidão dos que criam, e ninguém dizia que coisa alguma que possuía era sua própria, mas todas as coisas lhes eram comuns.” (Actos 4:32)

Pr. Egídio       

***

Mensagem 137 - 11 julho 2021
00:00 / 00:00