Mensagem 100

25 de outubro de 2020

Texto base:  Lucas 21:20-24

Textos das Escrituras citados durante a mensagem:

EU CREIO que esta profecia tem (como muitas outras) um duplo cumprimento. O primeiro com o Israel físico e que foi referido, mas agora, o segundo com o Israel de Deus/a Igreja fiel de Jesus; quase todos os acontecimentos se repetirão a uma escala global.

- Para melhor compreensão, parafraseamos a primeira parte da profecia (v.20,21): “Mas quando virdes a Minha igreja (Jerusalém) começar a ser perseguida (cercada de exércitos), sabei que é chegada a sua desolação. Então os que estiverem no litoral (Judeia) fujam para o interior (para os montes).”

Analisemos uma revelação recente, dada pelo Senhor como alerta para os nossos dias:

Depois desta praga, ireis ter dificuldades climáticas; vão surgir chuvas torrenciais, incêndios, tremores de terra, vulcões entrarão em actividade, haverá também desnivelamentos de terra fortíssimos, e pouco a pouco vós ireis sentir a insegurança do vosso planeta.

Quando tudo isto começar a acontecer, Meus filhos, é altura de vos desviardes da costa. Essa é a altura de vos recolherdes para o interior (fujam para os montes).

- Todas as revelações do Senhor são dadas com muita antecedência.

NOS DIAS DA IGREJA PRIMITIVA, muitos cristãos não esperaram ver Jerusalém cercada de exércitos; logo que houve a perseguição aos cristãos depois da morte de Estevão, debandaram para longe daquela cidade: “… E fez-se naquele dia uma grande perseguição contra a igreja que estava em Jerusalém; e todos foram dispersos pelas terras da Judeia e da Samaria, excepto os apóstolos.” (Actos 8:1)

- Jesus sabendo de tudo isto, tal como Sabe hoje, preparou refúgio para os Seus filhos, usando um comandante do exército de Roma que se havia convertido à doutrina de Jesus. Eis o que foi dito a este homem por Jesus:

Amigo Pelágius, tu e os teus, fizestes muito; continua na tua comarca e profissão, e em tudo que organizei para o teu futuro. Ao voltares a Pela encontrarás muito trabalho (…) Por ocasião das grandes tribulações em Jerusalém e na Judéia, a cidade de Aphek serviu de refúgio aos judeus convertidos à Minha Doutrina. O comandante fundou uma comunidade, sem pompa, que manteve o seu nome após Eu o chamar para junto de Mim. Viveu mais trinta anos após a Minha Ascensão.

(O Grande Evangelho de João – X – 118)

Na segunda parte da profecia (v.24), temos o relato do triste final da nação de Israel e da dispersão do seu povo: “E cairão ao fio da espada, e para todas as nações serão levados cativos; e Jerusalém será pisada pelos gentios, até que os tempos dos gentios se completem.

- Tal como a igreja judaica (a Jerusalém destruída) também a igreja de Jesus sofrerá perseguição, mas nunca mais será igual àquela igreja que conhecemos hoje.

Esta prova que estamos vivendo, já está a servir para unir os cristãos.

Revelação de Dezembro de 2011: “Os tempos próximos serão de contraste, de luz e de trevas, de amor e de ódio, de revolta e de perdão, porque todos serão testados. Eu andarei em todos os olhos, mentes e espírito do Meu povo e tudo revelarei. As igrejas se unirão e a força do Espírito se conjugará na união daqueles que já estiverem em Mim. Nessa altura, iniciar-se-á o Meu Julgamento, o do Espírito, e o mundo tornar-se-á o Meu Paraíso. Até lá, filhos Meus, atentai no trabalho; estes poucos dias já são de preparação, salpicos de Luz, derramarei sobre vós.

 

Jesus neste tempo de tribulação vai juntar a todos, conforme disse: “Ainda tenho outras ovelhas que não são deste aprisco; também me convém agregar estas, e elas ouvirão a minha voz, e haverá um rebanho e um Pastor.” (João 10:16)

As lutas espirituais vão aumentando e devemos atentar às revelações que nos são transmitidas: “Daqui até lá, como vos disse, muitas coisas irão acontecer; muitos espíritos se vão perder, mas muitos outros irão ascender rapidamente aos céus. VAI HAVER MUITO MÁRTIR. Por isso vos peço, Meus filhos, que estejais atentos aos Meus sinais.

- Em meio a tantos acontecimentos, o nosso ânimo pode esmorecer, mas lembremos as palavras de Jesus: “E se aqueles dias não fossem abreviados, nenhuma carne se salvaria; mas por causa dos escolhidos serão abreviados aqueles dias.” (Mateus 24:22)

 

 

 

 

irmão Egídio Silva

 

***

Mensagem 100 - 25 de outubro de 2020
00:00 / 00:00

Rua de Damão, 289 e 297

4465-119 SÃO MAMEDE DE INFESTA - PORTUGAL

email: refugiobetania@gmail.com

 

         Ver Mapa

© 2020 por Refúgio da Betânia.