Mensagem 108

20 de dezembro de 2020

Texto base:  Colossenses 3:1-10

Textos das Escrituras citados durante a mensagem:

Realmente estas palavras escritas por Paulo, traduzem a sua vivência diária, pois ele mesmo as explica: “Porque estamos nós também a toda a hora em perigo? Eu protesto que cada dia morro gloriando-me em vós, irmãos, por Cristo Jesus nosso Senhor.” (I Coríntios 15:30-31)

- Esta morte – VIVENDO – nada mais é do que que dominar a carne/ou a matéria em nós: “Mortificai, pois, os vossos membros, que estão sobre a terra.

Esta morte dá-se quando o nosso baptismo nas águas, é conscientemente efectuado com seriedade, como prenúncio de um NOVO NASCIMENTO: “De sorte que fomos sepultados com ele pelo baptismo na morte; para que como Cristo ressuscitou dos mortos, pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida.” (Romanos 6:4)

 - Entendamos então, como devemos viver estes NOVOS DIAS, seguindo conselhos práticos dados pelo nosso Pai em revelação: “Tendes que deixar tudo que é terreno, elevar o espírito e deixar a Minha Luz entrar. E quando estiverdes em Mim, reforçados pela Minha Luz e Espírito, podeis sair para o caminho pois sereis um espelho Meu. Em vós Eu me transmito aos outros, porque a Minha centelha em vós está cheia e activada pela força do Meu poder.

 

Nunca experimentaremos este conselho do Senhor, apegados demasiadamente a esta vida: “Como uma bateria que carrega, também vós precisais do Meu reforço, da Minha recarga, para que as coisas do mundo não vos toquem. A ambição se desfaz perante a Minha humildade; a tristeza e a dor se desfazem perante a Minha força e resistência; a agitação se desfaz perante a Minha paz e nenhum julgamento vos invade, porque em Mim tudo é Perdão e Amor.” - “Buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.” (Mateus 6:33)

Não podemos “carregar” a nossa bateria espiritual em fracções pequenas, mas na totalidade: “Por isso, filhos, agitai as águas, mergulhai no Meu Espírito, banhai-vos no Meu Amor e senti a plenitude do Meu abraço.

O nosso Pai só “entra” verdadeiramente em nós, quando o nosso vaso está completamente vazio e limpo de todo o mundanismo: “Deixai-Me entrar em vós, filhos. Sou Eu, o vosso Pai, que vos peço! Abri vosso coração aos Céus, abri vosso pensamento à plenitude do Espírito. Sintonizai na Minha direcção. Tendes tudo, Meus filhos, só falta desligar-vos deste mundo.” - “Ninguém deita remendo de pano novo em vestido velho (…) Nem se deita vinho novo em odres velhos; aliás rompem-se os odres, e entorna-se o vinho, e os odres estragam-se; mas deita-se vinho novo em odres novos, e assim ambos se conservam.” (Mateus 9:16-17)

 

 

irmão Egídio Silva

 

***

Mensagem 108 - 20 de dezembro de 2020
00:00 / 00:00

Rua de Damão, 289 e 297

4465-119 SÃO MAMEDE DE INFESTA - PORTUGAL

email: refugiobetania@gmail.com

 

         Ver Mapa

© 2020 por Refúgio da Betânia.