Mensagem 95

20 de setembro de 2020

Texto base:  Mateus 7:13-16

Textos das Escrituras citados durante a mensagem:

- Esta mensagem é tudo menos atractiva e a religião facilitou-o:

"Porque virá tempo em que os homens não suportarão a sã doutrina; mas desejosos de ouvir novidades, escolherão para si uma multidão de mestres, ao sabor das suas paixões, e hão-de afastar os ouvidos da verdade, voltando às fábulas.” (II Timóteo 4:3-4)

Maravilho-me de que tão depressa passásseis daquele que vos chamou à graça de Cristo, para outro evangelho (…) Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos temos anunciado, seja anátema.” (Gálatas 1:6,8)

- Mas Jesus chamou-nos para caminharmos na Sua companhia:

Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.” (Mateus 11:28-30)

- Caminhar com Jesus implica vivermos a Sua doutrina:

1 – “…Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me.” (Mateus 16:24)

2 – “Se o mundo vos aborrece, sabei que, primeiro me aborreceu a mim. Se vós fosseis do mundo, o mundo amaria o que era seu, mas porque não sois do mundo, antes eu vos escolhi do mundo, por isso é que o mundo vos aborrece.” (João 15:18-19)

3 – “Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.” (João 16:33)

Revelação sobre o caminho estreito para chegar à eternidade:

 “Então, indago do amigo porque havíamos encetado tal trilha, e ele diz-me: “Olha à esquerda e à direita que descobrirás um mar profundo! Isto aqui é o único lugar firme, não obstante perigoso e cheio de espinhos, dividindo ao meio estes dois mares imensos. Ele une o mundo terreno ao grande Paraíso dos bem-aventurados. Quem lá quiser chegar, deverá percorrê-lo (…) E o amigo responde: “É precisamente este caminho que nos dá protecção contra as vagas impetuosas do mar; Estas vagas enormes nele se quebram e lá deixam a sua espuma que, pouco a pouco, se torna em pedra, firmando-nos ainda mais neste caminho. Estas muralhas são a Humildade e a Verdade; ambas têm sido, até hoje, semeadas de espinhos! (…) Continuo, caminhando na mesma trilha; os seus espinhos, porém, não me confundem nem me magoam. Agora, a sua densidade diminui e o caminho se transforma numa alameda frondosa e agradável, e ao longe, vejo uma paisagem maravilhosa, com montanhas verdejantes, onde surge a alvorada” (O Grande Evangelho de João – IV – 52)

Pr. Egídio

 

***

Mensagem 95 - 20 de setembro de 2020
00:00 / 00:00

Rua de Damão, 289 e 297

4465-119 SÃO MAMEDE DE INFESTA - PORTUGAL

email: refugiobetania@gmail.com

 

         Ver Mapa

© 2020 por Refúgio da Betânia.