Buscar

Revelação dada a 24 de maio de 2022



Em uníssono o mundo clama e grita por um Sol que o aqueça e o liberte da maldade, da fúria, da impudícia e da libertinagem.

Não há reinado que sempre dure senão o da Luz, por isso todos os anjos e santos se levantam e proclamam ao Rei: Hossana nas alturas, na Terra e nos Céus, nos limites de toda a Terra e superando o Universo!

Todo o espírito se repreende e todo o espírito se apazigua perante o olhar de Deus.

Os espíritos do bem se integram no Pai, os espíritos do mal se fundem em pó e desaparecem nas trevas; nada os livra da Justiça dos Céus.

A Terra chega aos limites, à exaustão, e a paz ruge e grita pela libertação da mão funesta do homem. Os Céus querem ar puro, e as águas a pureza dos cristais.

Deus está para chegar na Sua plenitude, através do Filho, e novamente tudo se renova.

Outrora Jesus morreu por nós, agora Jesus permanece em vós.

Jesus levantará os espíritos e os converterá na Luz e na união da Luz, da força, da plenitude de tudo sobre tudo.

Deus Pai renasce na força da apropriação do Amor dos Seus filhos.

Na dor nasce a conversão, na dor nasce o Amor ao Pai.

Convertei-vos a Mim, envolvei-vos na oração e fazei da caridade a vossa luta.

Os tempos são de guerra.

A busca da Paz é ouro para as almas.

Permanecei atentos aos sinais, porque o tempo é de mudança.

E aí virei Eu, como um sopro que vos surpreende, e convosco viverei e lutarei pelos Meus, em silêncio, mas na plena Força do Meu Espírito.

Vivei em Mim porque Eu vivo em vós.

Amém.