Buscar

SATANÁS

- Satanás é perseverante em sua maldade.

(GEJ – I – 209:4)


- Satanás só pode influenciar os sentidos e não a vontade da alma.

(GEJ – I – 217:3-9)


- Satanás tem como táctica elevar o homem para depois o humilhar. (GEJ – III – 200:6-9)


- O anjo Rafael dá explicações sobre Satanás e o diabo. (GEJ – V – 94)


- Satanás e a sua origem. (GEJ – V – 171)


- A natureza de Satanás e da matéria. (GEJ – II – 29V – 171)


- É permitido a Satanás penetrar no mundo da natureza e causar confusão.

(GEJ – I – 152:9-11)


- O Senhor permite que Satanás aparece a um grupo que se encontra com Ele.

(GEJ – II – 152)


- Satanás é contido pelo poder de Deus. No entanto se o Senhor vir no homem a vontade de alterar a ordem divina pela tirania (rebelião contra Ele), Deus retira o Seu poder e permite a Satanás actuar (então tudo está perdido).

(GEJ - I – 79V – 70, 94, 96, 171VIII – 34, 35, 36, 37)


“No corpo humano foi dado ao espírito um equilíbrio de provação, que se chama “tentação”! Ela não só está no corpo, mas em toda a matéria; como a matéria não é o que parece, torna-se ela ao homem em prova, mentira e engano, quer dizer: um elemento aparente. Ele existe, porque a matéria tentadora existe para o corpo; ao mesmo tempo não existe, por não ser a matéria aquilo que aparenta. Esse espírito mistificador, personificando a própria mentira, concentra em si a matéria do mundo que se chama “Satanás” ou “Chefe de todos os demónios.

A pessoa que se apega à matéria e age nessa tendência, peca contra a Ordem de Deus, que lhe deu o mundo material somente para lutar com ele, fortificando-se para a imortalidade pelo uso do livre arbítrio.” - “VÊ, “Satanás” e “demónio”, representam o mundo, com todo o seu brilho tentador. (…) Precisamente todo este cotejo (comparação/confronto) de mentira e fraude é, espiritualmente “Satanás”, e os seus vícios que produz, aquilo que se chama de” demónio”. Cada alma que se fundamenta em um dos inúmeros vícios, é um demónio em pessoa. (…) Continuando a viver após a morte e se mantendo nas regiões da Terra, não raro acontece dirigir-se a alma às esferas exteriores das criaturas; procura nelas incentivar uma tendência maldosa, através de qualquer inclinação da pessoa, onde encontra afinidade, porque se alimenta da mesma fraqueza. (…) Tais almas muitas vezes se apossam do próprio corpo e afligem, deste modo, uma psique (espírito) ainda fraca; O Senhor isto permite, afim de corrigir uma falha psíquica. (…) Vê, isto é tudo verdadeiro e deveria ser assim compreendido pelo judeu; como não tem tal compreensão, ele entende por “Satanás” e “demónio” um poder maldoso espiritualmente personificado. (…) Realmente, nada conseguem (os demónios) com pessoas integradas no amor e na vontade de Deus; às vacilantes, cujas inclinações tanto espirituais quanto materiais se equilibram, um acréscimo vindo de um demónio das mesmas tendências pesa consideravelmente na balança moral, dificultando à alma dirigir-se novamente ao espírito.” - “Quando vão à caça (os demónios), em grupos, nenhum revela os seus planos secretos, e ao chegarem ao local, muitas vezes começam a guerrear-se, pois cada qual é inimigo do outro, que poderia apossar-se da presa. (…) Vês por aí que um demónio não ajuda o outro. (…) Se, já no mundo exterior, um ser atrai outro, quanto mais nos dos espíritos; e, se assim não fosse como existiria o mundo cósmico?

Um átomo atrai outro pela simpatia. (…) Se a tua psique esparge o odor de qualquer tendência pecaminosa sobre a sua irradiação exterior, e as almas desencarnadas, ainda presas à mesma vibração, percebem tal emanação negativa, para lá se atiram e se saciam em tua abundância, sem realmente saberem o que fazem. (…) Pois, cada qual tem meios de sobra para se livrar dos hóspedes indesejáveis, tão logo o queira!” - “Tudo que faz parte da natureza humana, como sejam o corpo e as suas variadas necessidades puramente originadas na matéria, está em julgamento. Por isso, faz parte do inferno e Satanás, compêndio de condenação, morte, treva e mistificação totais; toda a manifestação da matéria é apenas fictícia, portanto sem valor. (…) Pois tudo que faz parte do mundo, é de Satanás, portanto da condenação e morte da matéria.” Na Bíblia – I João 5:19 “Sabemos que somos de Deus, e que todo o mundo jaz no maligno.” - Pergunta feita a Jesus: “Na Escritura fala-se de demónios reais, do seu príncipe, chamado Lúcifer, que fora atirado ao eterno fogo do inferno, com inúmeros outros anjos. (…) Quem é e onde está Satanás? Quem são os demónios? Resposta do Senhor: Na expressão “Satanás”, deves entender, de modo geral, a Criação em sua totalidade, e um “demónio”, as suas tendências isoladas. (…) Se assim foi – quem era Satanás que tanto experimentou o beato Jó? – O elemento condenado da sua carne, isto é, os seus variados apetites! Jamais houve um Satanás individualizado, e demónios personificados só existiam na matéria telúrica de espécie variada.


- Satanás como Personalidade.

Eu mesmo fiz com que Satanás aparecesse em figura, e os Meus discípulos se apavoraram. O mesmo aconteceu várias vezes aos patriarcas. (…) Espero, tenhais compreendido a verdadeira situação de Satanás e dos seus demónios, de sorte a perceberes a mesma relação no inferno: é, como Satanás, a eterna condenação, ou seja, o mundo e sua matéria. Por que se denomina Satanás o príncipe da treva e da mentira? Por não ser a matéria o que parece, e quem dela se apegar pelo amor, encontra-se, evidentemente, no reino da mentira – em confronto com a verdade – no reino da treva. Por isto, tive de vestir a própria matéria e, com ela, o julgamento, e terei que rompê-la, a fim de me tornar a Porta para a Vida Eterna para todos os prisioneiros, caso queiram passar por ela. Todavia, segue-se a seguinte pergunta: Neste caso, não existem Satanás e demónios personificados? Claro, os há aqui encarnados (pessoas/autênticos demónios) e muito mais no Além, constantemente empenhadas em exercerem a sua influência sobre a Terra. (…) Satanás é o conglomerado do julgamento da matéria total, e quanto à personalidade não existe; todavia, perfaz uma sociedade de diabos de toda a espécie, não só na Terra, mas em todos os mundos do Infinito, assim como todos os inúmeros universos-ilhas representam o Grande Homem Cósmico. Em escala menor, o agrupamento de todos os demónios de um planeta é um Satanás, e, em menor proporção, cada diabo de per si. Uma coisa é certa: não há, em outros mundos, diabos mais perversos e maus, que nesta Terra.


- Localização dos demónios personificados.

Digo Eu: … Que importa certo local, onde poderiam encontrar-se demónios em pessoa? A tua alma, tornando-se pura e forte por Mim, poder-se-á encontrar nos piores agrupamentos diabólicos, que nenhum dano sofrerá … deste modo, ela se torna criadora do seu reino, semelhante a Mim, no qual jamais um demónio poderá penetrar. Mas, falando a respeito, classificarei as suas moradas especiais: Casas de comércio e negócio, inclusive o Templo; são localidades especiais para inúmeros diabos personificados … montanhas e cavernas perfuradas pelos homens com avidez e cobiça de ouro, prata e pedrarias … inclusive o ar naquelas localidades … todos os templos pagãos e os seus oráculos … Assim, recebeste esclarecimentos nesse ponto. (…) Mas como podem os demónios percebê-los? Porventura vêm a Terra e os habitantes com as suas atitudes? Digo Eu: Claro, mas somente o que lhe diz respeito. Digo-vos: Juntam-se rapidamente os abutres onde se encontra um cadáver a seu gosto! Como vos demonstrei as localidades das almas más e perversas, ou sejam, os demónios personificados, evitai-os, caso vos sintais algo fracos; em tais antros o perigo ameaça o fraco! Ele atirando-se ao perigo, facilmente sucumbirá ou, pelo menos sofrerá algum dano. Por isso não vos deixeis tentar pelas coisas impurasProcurai progredir e desconsiderai o retrocesso, e dentro em breve estareis na meta final!


- Uma aparição de Satanás.

(GEJ - II – 152)


- O sexo feminino de Satanás e aspectos da sua natureza.

Revelações do Senhor, insertas na obra “A Criação de Deus”.

Deus dirigindo-se a Satanás:

Não foste designada, no começo, a transformar a tua natureza no corpo de Adão formado por Mim? Não querias aceitar o que devias ter feito, mas procuraste tornar-te uma mulher. Permiti a tua libertação e te formei do corpo de Adão, uma carne com ele, enquanto dei a ele uma nova alma viva e em seguida o criei espiritualmente segundo a Minha Medida. Em Eva, devias ser transformada da morte e do julgamento e vencer a tua natureza totalmente vilipendiada por ti mesma. Todavia, desprezaste este Meu Instituto de Misericórdia e te libertaste, achando melhor tentar, como serpente mistificadora – em si sem diferença sexual e dotada da sua senha venenosa de procriação – a tua carne anterior, e em seguida corromper Eva, por Mim novamente ressuscitada e por ela seduzir também Adão. Diz-Me, teria Eu com isto, tirado o teu coração através de Adão? Silencias, perplexa externamente, mas vejo a tua ira interior que diz: Sim, possuo o coração de Adão e Eva em conjunto. Contudo, eu, não Te quero, Deus, pois Te odeio porque quero, e Tu não me queres deixar soberana única e omnipotente. – Eis as tuas palavras. Além disto afirmas que Eu não te posso amar porque não te dou o que almejas; respondo: a Minha Intenção se prende à eterna conservação de todas as coisas, ou seja, a Obra Eterna do Meu Amor. Tu queres somente destruir tudo, e neste caso não te posso amar eternamente como desejas, com toda a vaidade. Ainda assim, Eu te amo, pois tudo o que fiz até então foi por tua causa – e ainda hei-de fazer o máximo. Se contudo não reconheceres o Meu Amor eterno, ele terá um fim e hei-de demonstrar o que pode um Deus irado. O fogo é o Meu Elemento básico e todas as coisas foram criadas através do seu poder. E em tal fogo serás atirada para submetê-lo a ti, caso fores capaz. Se permito que a carne humana venha a morrer, para que o seu espírito ingresse na vida, tal morte é insignificante. Tu hás-de encontrar no Meu fogo uma morte eterna e então se verá o que não foi consumido da tua natureza. O que vem a ser a morte física? Nada mais que a libertação do espírito, a sua ressurreição da morte para a Vida eterna, verdadeira e perfeita. Porventura a tua grande morte ou afastamento de Mim para o fogo, também te trará uma nova ressurreição? Para esta pergunta não encontro resposta em Mim; quero-te deixar entregue totalmente a ti mesma e nada mais fazer por ti, e após eternidades se evidenciará o que foi feito de ti em virtude do teu próprio poder. Até mesmo a morte física e a sua dor não são obra Minha, mas tua. Saberei proteger os Meus de qualquer desgraça e lhes tirarei o físico de tal modo a não terem motivo para se queixar. Inclusive equilibrarei a parte criadora entre Mim e eles, a ponto que surgirão dos homens, verdadeiros irmãos Meus. Quando isto acontecer, terá chegado o último prazo para ti.Resposta de Satanás a Deus: “Se me tivesses dito: Minha querida, graciosa e maravilhosa Satã (Satanás), quero dar-te ouvidos com todo o amor e aguardo o teu conselho para segui-lo! – Então eu te teria dado um conselho. Mas à tua exigência autoritária e descortês não te dou resposta. Julgas que o Teu Poder Te confere o direito de agir deste modo comigo? Estás muito errado! Se és um Criador recto e sábio, e eu sou a tua primeira criatura, deves honrar-Te através de uma deferência adequada para comigo. Se não queres isto, nada mais demonstras do que o facto de que sou uma obra totalmente errada do Teu Poder e Sabedoria, e além disto provas a Ti Mesmo que és remendão em Tua Criação, e eu e ela somos simples tentativa frustrada da Tua Omnipotência criadora. Muda um pouco o Teu comportamento para comigo e não Te exponhas ao ridículo perante os Teus pretensos filhos. Quem havia de Te honrar diante de tais fraquezas? Sei perfeitamente que és Sábio e Bom, por isso me aborreço, tanto mais por me tratares como se eu fosse qualquer criatura estranha e não a primeira a surgir.” (…) Muito entristecido, o Senhor vira-Se para as três testemunhas e diz: Sou realmente assim e mereço isto? O Meu Amor eterno, o quanto não fiz para salvar esta criatura e conduzi-la à final salvação difícil! Mas esta tarefa não Me é possível realizar. Cometi um erro neste ser, porque o criei com toda a perfeição possível a fim de lhe proporcionar felicidade correspondente, segundo a Minha Omnipotência, Sabedoria, Bondade, Amor e Misericórdia. Todavia ele se rebela contra Mim no momento mais importante e difícil – porquanto a sua evolução ainda não atingiu nem a quarta parte – contra a Minha Ordem, a ponto que chego a sentir grande tristeza. Como não o quero dissolver em virtude do Meu Amor e Misericórdia divinos, vejo-Me forçado a reiniciar um longo processo para enfraquecer essa teimosia até um átomo e em contraposição criar de vós (o ser humano) uma nova criatura, Meus filhos, segundo o Meu Coração. Oh Satã (Satanás), como chorei quando Me desobedeceste pela primeira vez! Agora também choro e hei-de chorar mais uma vez. Depois, nunca mais hei-de chorar por ti, mas te darei segundo as tuas obras e vontade, e então verás como te transformaram o teu orgulho e teimosia e para onde eles te levaram! Vamos em frente e deixemos esta criatura com a sua teimosia!


- Natureza idêntica em Satanás, Adão, Eva e Caim.

Retruca o Senhor: Pois bem. Satã (Satanás), Adão e Eva são uma só individualidade. Caim e seus descendentes são igualmente uma unidade, porque Satanás devia algemar-se a Mim, por obediência em Adão e, através deste, em Eva e o seu primogénito, a fim de que se tornassem perfeitos e deste modo todas as suas futuras procriações nascessem tão perfeitas como nos Céus. Esta criatura porém não se dispôs a tamanha obediência para Comigo. Em Adão ela não quis ser segundo a Minha Medida; por isso se concentrou na auto-análise, passando ao amor-próprio total, e o homem Adão caminhava de lá para cá, como triste morada desse espírito, sem considerar as coisas que o rodeavam. Isto Me levou a proceder a uma divisão individual, tirando-lhe a parte negativa. Deixei-lhe apenas o espírito masculino e coloquei o feminino, como Eva, numa boa habitação externa. Adão reconheceu prontamente o seu duplo em Eva, sentindo grande agrado. Como a segunda entidade em breve percebeu ser mais fraca que a primeira, tramou uma astúcia para sobrepor-se. O ardil não surtiu efeito imediato, pois ele rejeitou com masculinidade ao desejo dela. Isto foi o suficiente. A segunda entidade concentrou-se em sua parte masculina, deixou em Eva a parte feminina supostamente fraca, desenvencilhando-se dela numa serpente, pavoroso elemento híbrido, no qual podia agir tanto de modo masculino quanto feminino, como ficou provado através da procriação não abençoada de Caim. Por isso tive de transformar a Criação total e abençoar a geração imperfeita, com a ressalva de que não será considerada por Mim até que o mal herdado de Satanás, entidade original, fosse totalmente dissolvido pelo puro amor para Mim. Tanto em Adão quanto em Eva ficou uma parte necessária de Satanás, que se desafia constantemente porque se origina na natureza dupla de Satanás. Assim aconteceu, que tanto Adão como Caim, se expressavam como a própria Satã, em momentos inspirados; todavia, nenhum deles era o próprio espírito, assim como vós não sois Adão e Eva, muito embora sendo parte deles. Da mesma maneira que tal personagem (Satanás) é dividida em Adão e Eva, este processo ocorre em todas as criaturas, enfraquecendo-a até que no Fim dos Tempos se terá totalmente desmembrado, nada mais restando que a forma vazia e sem vida, porquanto toda a sua manifestação de amor se transferirá numa criatura totalmente nova, em vós, Meus filhos.

(“A Criação de Deus” – III – cap. 21,22 e 24)

Rua de Damão, 289 e 297

4465-119 SÃO MAMEDE DE INFESTA - PORTUGAL

email: refugiobetania@gmail.com

 

         Ver Mapa

© 2020 por Refúgio da Betânia.