Buscar

SUICÍDIO

- O suicida e a vida eterna

“Há pessoas, inimigas da sua própria vida, que por motivo qualquer dela se enfadam praticam o suicídio. Seriam elas aptas à conquista da vida eterna?” A esta pergunta Jesus responde:

Porventura Deus lhe deu a vida para destruí-la? O corpo físico é o meio dado por Deus pelo qual o homem pode e deve alcançar a vida da alma, para toda a Eternidade. Se ele aniquila esse meio, como poderia conquistar e conservar a vida psíquica? (…) Afirmo-te: os suicidas – caso não sejam loucos – dificilmente entrarão na posse do Reino Eterno da Vida! Pois quem for a tal ponto inimigo da sua existência, não possuirá amor para a vida; uma vida sem amor não é vida, e sim, a morte.

(GEJ - VI – 163:1-2)


- Fenómeno espiritual com um suicida que havia sido amaldiçoado pelo templo; este facto é relatado por Mathael, na presença de Jesus.

(GEJ – IV – 149-152)