A ORAÇÃO ENSINADA POR JESUS

- PAI NOSSO -

(Revelação dada por Jesus a Jakob Lorber nos dias: 13, 14 e 15 de Fevereiro de 1843)

 

"Este é um bom pensamento, pois ele é do Alto. Esta é a razão porque que Desejo acrescentar um pouco mais de Luz. Mas se vós confiásseis mais em Mim, não necessitaríeis de explicações.

Podeis escrever o que vem a seguir, pois tudo vem de Mim e é para vós, Meus amados filhos:

imagem de wix.com

O Pai Nosso Relacionado ao “Amor”

Pai Nosso - (Revelação dada por Jesus a Jakob Lorber nos dias: 13, 14 e 15 de Fevereiro de 1843)
00:00 / 00:00
  1. Pai nosso” Já que o Pai é por Si o Único e Eterno Amor, que é a Vida em Si e com isto a Vida de todas as criaturas e, como consequência também do homem, as palavras “Pai nosso” também significam “Amor nosso” ou “Vida nossa”.

  2. Que Estás nos Céus” Já que os céus não são nada mais nada menos que a Vida do Pai, que é de facto o Amor activo ou a Palavra Viva de Deus no homem, assim podemos dizer que “Estás nos Céus” significa: Tu, que és Amor Eterno, habitas no Teu Amor, do qual tudo se originou.

  3. Santificado Seja o Teu Nome” O que isto significa é fácil de explicar. Qual é o Nome do Amor Eterno? O Único e Eterno, que se chama “Pai”. Mas se o Amor e o Pai são Unos, o “Santo” nada mais significa que: Com o vosso próprio amor, amai activamente o Pai. Então “santificado seja o Teu Nome” significa: Amado sejas Tu, Santo Pai, com Amor Eterno de todos os humanos, Teus filhos. Amado em actos, quer dizer, na plena actividade da vida, sempre, por toda a eternidade e sem nenhuma interrupção.

  4. Venha o Teu Reino” O que é o Reino de Deus? É o mesmo que os Céus. Mas já que os céus são a essência e a índole do Amor; é de facto, a vida do Amor, que se manifesta na actividade. Então, “venha o Teu Reino” significa: Pai, Tu, Eterno Amor, vem a nós. Sê Tu a nossa única energia activa, ou melhor, a nossa vida total.

  5. Seja feita a Tua Vontade, assim na Terra como no Céu” Este quinto pedido, pode de facto considerar-se como um reforço do quarto. Pois o que é a vontade do Amor? Ele é na realidade o amor activo. “No céu” significa o mesmo que na Sua Própria esfera de actividade. Então, para o espírito este pedido poderia ser: Pai, ou Amor, Teu amor activo se torne em nossas vidas (que aqui está sendo exemplificado como “Terra), ou: Em nosso amor tão essencialmente activo, como Tu és Activo em Tua essência. Pois em Ti Mesmo ou em Tua Essência, significa o mesmo que “no Céu” – “no Teu Amor activo” – “na Tua Vida” – “em Ti como Pai”, o que foi entendido no pedido anterior.

  6. O pão nosso de cada dia nos Dá hoje” Este pedido vem reforçar também o anterior; pois como “pão” entende-se apoderarmo-nos do Amor activo. Como “hoje” significa apoderarmo-nos da totalidade. O pedido então seria reformulado assim: Dá-nos a nós, que nos originamos no Teu Amor, Teu total Amor. Ou ainda: Pai, totalmente nosso, faz que sejamos totalmente Teus filhos; ou melhor ainda: Deixa que nos tornemos unos Contigo, alimenta-nos com o Teu Amor e permite que sejamos o Teu alimento.

  7. Perdoa as nossas dividas” Este pedido não mais repete o que foi dito antes. Aqui se pede que o Pai remova do homem o seu amor-próprio, este que é intrínseco na vida dada ao homem. Que este amor-próprio seja totalmente substituído pelo Amor do Pai, e que este Amor active o homem durante toda a sua vida. O espírito então poderia dizer: Pai, retira de mim o mundo e cria o céu no seu lugar.

  8. Assim como nós perdoamos aos nossos devedores” Esta frase nos dá a medida em que o amor vivo e activo deve ocupar em cada ser humano. Espiritualmente poderia ser dita assim: Pai, faz-nos renascer ma medida do Teu Amor Vivo e Activo, e que este Teu Amor se torne cada vez mais poderoso em nós, e que nós possamos tornar-nos cada vez maiores, para darmos mais espaço a este Amor e conseguirmos assim apoderar-nos totalmente de Teu Reino dos Céus, ou o Teu Amor actuante, ou a Tua Vida!

  9. Não nos induzas à tentação” Este pedido é uma reafirmação mais poderosa dos pedidos anteriores. Pois “não nos induzas à tentação” quer dizer; não nos deixes ficar no nosso amor-próprio, no nosso amor mundano, não permitas que actuemos sem a presença de Teu Amor ou sem o Teu céu em nós. Não deixes o nosso amor afastado do Teu Amor único, vivo e activo.

  10. Mas livra-nos do mal”  Neste pedido não existe nada, além do desejo mais intimo e forte de afirmar tudo o que foi dito anteriormente; poderia ser reformulado assim: Pai, torna-nos completamente livres de nós. Poderia também ser dito: Tu, Único, Eterno, actuante Amor, destrói totalmente o nosso amor-próprio e torna-Te o nosso único amor, ou Permite que nos tornemos unos Contigo.

 

Este é de facto o verdadeiro significado da oração ensinada pelo Senhor. Observai bem o que vos foi explicado, pois isto é uma verdadeira dádiva que vos foi dada dos céus superiores.

 

Amem!

Rua de Damão, 289 e 297

4465-119 SÃO MAMEDE DE INFESTA - PORTUGAL

email: refugiobetania@gmail.com

 

         Ver Mapa

© 2020 por Refúgio da Betânia.