Buscar

PRÉ-ADAMITAS


- A evolução desta raça primitiva. Jesus aclara pontos que não foram desenvolvidos aquando da revelação sobre a formação da Terra. (GEJ - VIII – 74-76)


- Pergunta feita a Jesus.

“Os pré-adamitas, muito embora dotados apenas de inteligência instintiva e vontade restrita, possuíam almas. Qual seu estado?


- Resposta do Senhor.

Se as almas (vidas) de pedras, plantas e animais sobrevivem, ingressando livres na matéria, em almas humanas, podendo no corpo físico chegar à culminância do mesmo – as almas dos pré-adamitas, forçosamente, terão vida sucessiva igual à de todas as criaturas de outros mundos no Espaço Infinito. Quando (as almas) deixando o corpo chegarem ao Reino dos espíritos, serão levadas a um grande Corpo Cósmico, isto é, ao solo espiritual correspondente a ele, onde receberão conhecimentos maiores acerca de Deus, Seu Poder e Sabedoria, num estado de felicidade continua … Na Casa de Meu Pai existem muitas moradas! Somente no Meu Reino tudo te será claro! Compreendestes?(…) Existia naquelas eras um outro mundo (outro planeta), cujas criaturas se perderam no pior orgulho e total afastamento de Deus; as que Nele acreditavam, não O respeitavam, mas ousaram desafiá-Lo e despojá-Lo de certo modo do Trono da Sua eterna Omnipotência. Procurando descobri-Lo, os perversos intelectuais afirmavam que Deus residia no centro do planeta; era preciso perfurá-lo com minas, para aprisioná-Lo. Assim fizeram, causando o fim de muitos. (…) Então permiti que o planeta fosse destruído em estilhaçosIsto aconteceu no sexto período desta Terra, tornando-se ela o recôndito vital. O local do outro planeta, que igualmente girava ao redor do Sol, abordaremos em seguida. (…) Digo Eu: … vimos que no sexto período explodiu um planeta e que a Terra se tornou, com o aparecimento de Adão, o recôndito vital do grande Homem Cósmico. Demonstrar-vos-ei como aquele planeta era no início e o seu estado actual, inclusive a relação do nosso, junto ao Homem Cósmico, em sentido espiritual. (…) Tal era a ordem há mais ou menos quatro mil anos, quando ocorreu a explosão. (…) As partes do planeta se espalharam no grande Espaço entre Marte e Júpiter. (…) As próprias criaturas, de tamanho gigantesco, foram projectadas no EspaçoAlguns cadáveres caíram até mesmo neste planeta, onde se dissolveram após séculos, o que sucedeu igualmente nos outros planetas.”


- Continuação das indagações, junto do Senhor:

“Certamente morreram de desespero. Que aconteceu às almas? Digo Eu: … Eram mui talentosos e inventaram, há milénios, uma espécie de grãos de pólvora que faziam explodir tudo, quando incendiados … assim fizeram os enoquitas (descendentes de Caim) antes de Noé, com muitas montanhas abrindo as comportas internas da água afogando a todos (Dilúvio). Com tais invenções inspiradas por demónios, os homens daquele planeta faziam a pior das confusões … A violência do fogo fez explodir o planeta total, finalizando inclusive as suas criaturas!

(…) Pois os vossos descendentes também inventarão matéria explosiva e outros instrumentos destruidores, provocando enormes devastações no planeta; de qualquer forma cuidarei que não atinjam as profundidades. De igual modo, não deixarei os Meus filhos como órfãos, pois estarei com eles até ao final dos seus dias, razão por que jamais acontecerá tal destruição na Terra. Haverá devastações e cataclismos, lançando as criaturas em pavores e aflições; muitas sucumbirão na expectativa de coisas pavorosas. Serão culpados de tudo que vier sobre elas. Eis a revelação do planeta destruído e a finalidade da Terra. Tereis compreendido?